Artigo

Confira 8 sintomas que significam problemas de ansiedade

Por 15 de maio de 2020 junho 2nd, 2020 Sem comentários

Descubra ainda como tratar esse e outros transtornos mentais com terapia online, sem sair de casa.

 Com a pandemia do Coronavírus, todos nós estamos vivendo momentos de incertezas, sem ter uma data para o fim dessa crise e com receios do que pode acontecer com a saúde e as finanças. Diante disso, é importante conversar sobre alguns sentimentos que são comuns a todos nós mas que, quando sentidos em excesso, merecem uma atenção especial de um profissional, e com urgência. É o caso da ansiedade.

Você sabe o que é ansiedade?

Ansiedade é um estado emocional desagradável acompanhado de sensações físicas que alertam aquela pessoa de algo que pode vir a acontecer. É uma reação frente a um perigo, e que aparece tanto em períodos de estresse como em um dia qualquer. Porém, em algumas pessoas, isso pode se tornar patológico, de tal forma que os sintomas físicos e mentais passam a ser sentidos de maneira muito intensa, desproporcional, levando a paralização do sujeito frente à vida. Para casos mais graves, pensa-se no transtorno de ansiedade.

De acordo com Grabriela Armond, psicóloga e psicanalista, responsável técnica do Psicologia24hs, a ansiedade é um alerta psíquico que vem com sensações negativas e pode ser mais percebido pelo corpo com sintomas físicos. Muitas vezes, a dificuldade do paciente é entender qual é a fonte de ansiedade e por que ele está sentindo aqueles desconfortos frequentes.

Ansiedade é um sinal de alerta para nos dizer sobre algo que está nos deixando tensos e preocupados, sendo normalmente uma sensação ligada a algo do futuro, mas que, na verdade, está conectada a uma questão que já aconteceu antes.  Por exemplo, eu já vivenciei uma certa frustração. Então, diante de algo que eu temo me frustrar, eu crio uma ansiedade muito grande com antecedência, o que pode acontecer sem eu sequer perceber. É preciso estar atento e procurar um psicólogo quando isso passa a se tornar habitual, sempre acompanhado de sentimentos ruins que deixam a pessoa extremamente sensível e incomodada, afetando significativamente o seu bem-estar”, levanta a psicóloga.

De acordo com ela, não se pode virar a cara para a ansiedade e fingir que isso vai passar com o tempo, especialmente nos casos de crise. É preciso olhar para esse sentimento com responsabilidade e zelo, para entender o que ele está nos dizendo sobre nós, que relaciona o nosso mundo interno com algo externo.

Saiba o que é e como funciona a terapia online.

Conheça os 8 principais sintomas de transtorno de ansiedade que merecem sua atenção:

1. Dificuldade para dormir

A insônia é um sinal de que algo não vai bem. Não conseguir se desligar do que foi feito ao longo do dia e passar a noite pensando em situações futuras (ou passadas) é comum para quem sofre de ansiedade. Se você não está dormindo bem ultimamente, este é um importante alerta de que chegou o momento de conversar com um psicólogo, já que o sono é extremamente importante para sua saúde.

2. Preocupação excessiva

Você tem uma sensação de perigo constante, com medos irracionais ou muitos pensamentos ao mesmo tempo, normalmente catastróficos? Essa sensação de ameaça, de parecer estar sempre à beira de um colapso, é comum no diagnóstico do transtorno e pode anteceder uma crise de ansiedade. Por isso, fique atento caso esteja superestimando situações. Todos têm questões para se preocupar, mas é diferente quando essas preocupações se tornam fatores limitantes e geram a angústia de querer resolver tudo o mais rápido possível.

3. Concentração e memória prejudicadas

Os dias não rendem, você perde o foco a todo instante e está com dificuldade de lembrar de certas informações? Isso acontece pois o cérebro está em um estado de alerta constante, causando a sensação de que você nunca consegue relaxar (mesmo motivo para a insônia). Se você percebe que tem sido comum estar bastante distraído, tem dificuldade em focar nas atividades da rotina – por mais simples que sejam, é frequente se deparar com responsabilidades inacabadas e sentir que “faltam palavras” para explicar algo que você queria dizer, esses são sinais de ansiedade.

4. Irritação fora do normal

As pessoas estão comentando que você está muito sem paciência? Ou você mesmo tem percebido que está mais estressado do que o normal, que questões de pouca importância te irritam? Apesar da impaciência poder ser uma característica da sua personalidade, o ritmo acelerado da mente e a sensação de urgência deixam essa situação ainda pior, de modo que até pessoas consideradas calmas passam a ficar nervosas com extrema facilidade. Este é mais um alerta de que algo não vai bem aí dentro de você.

5. Falta de ar com aperto no peito

Sua respiração está ofegante, somada a um aperto no peito angustiante, que parece nunca ir embora? Essa falta de ar é o sintoma mais presente nos momentos de picos de ansiedade, o que, geralmente, precedem alguma crise. Se essa sensação está te acompanhando, o ar parece não entrar e você tem dificuldade para respirar, não se preocupe. Um tratamento adequado certamente vai te ajudar.

6. Inquietação constante

Por acaso você não está conseguindo parar quieto? Anda de um lado para o outro, está sempre movimentando alguma parte do corpo, como os pés, as mãos ou cutucando as unhas, ao mesmo tempo que sente uma angústia que te desespera e te impede de concluir suas tarefas? Sabemos o quanto isso afeta a sua qualidade de vida e queremos ressaltar que um profissional pode te dar suporte para lidar com essa questão.

7. Alimentação descontrolada

A comida está sendo, para você, uma forma de buscar conforto e alegria? Basta estar preocupado, e você começa a caçar algo apetitoso na cozinha ou nos aplicativos de delivery no celular? Ao ingerir os alimentos, mastiga muito rápido, consumindo grandes quantidades em um curto espaço de tempo? Essa vontade de comer indiscriminadamente, mesmo sem fome ou para “tapar um buraco”, a fim de resolver seus problemas, pode desencadear uma compulsão alimentar. Portanto, fique atento.

8. Sintomas físicos desagradáveis

Além das sensações descritas acima, você já notou o coração constantemente acelerado (taquicardia) – que normalmente vem junto com a falta de ar, além de cansaço fácil (fadiga), suor extremo (sudorese), tontura, boca seca, ondas de calor, desconforto abdominal, sensação de engasgo, tremores, mãos geladas, náuseas ou tensão muscular? Tudo isso geralmente acompanha o transtorno de ansiedade, e significa que chegou o momento de resolver tantos incômodos com quem realmente entende disso: um psicólogo.

Por que fazer terapia? Confira aqui.

Como buscar ajuda

Se você percebeu ter alguns dos sintomas acima, pode ser que você esteja vivendo uma crise de ansiedade, o que significa que é preciso procurar ajuda profissional. Sabemos que, para tratar esses desconfortos, são indicados medicamentos como ansiolíticos ou remédios naturais. Entretanto, nossa psicóloga Gabriela Armond alerta que eles precisam ser complementados com o acompanhamento psicológico – e que há casos em que é possível se tratar sem o uso medicamentoso.

 “Os remédios, apesar de muito importantes em diversos casos, vão tratar apenas o sintoma. É como se aquela pessoa passasse a ficar controlada e deixasse de ter os sintomas físicos. Entretanto, assim, não está sendo tratada a causa da ansiedade. É aqui que entra a terapia, para encontrar a raiz desse sentimento. Quando a gente pensa que a ansiedade é um alerta, que faz com que o sujeito se sinta ameaçado por alguma coisa, nós entendemos que ele precisa descobrir que ameaça é essa e aprender a lidar com ela. E, com o apoio do psicólogo, é isso o que o paciente vai aprender a fazer para, aí sim, poder se curar”, ressalta a especialista.

No Psicologia24hs, o paciente não precisa sair de casa, pois a terapia é online. Basta acessar o nosso site do seu celular ou computador, fazer o seu cadastro, escolher o profissional de sua escolha, agendar a consulta no horário que preferir e fazer o pagamento diretamente na plataforma. Tudo muito simples e rápido.

“O atendimento online, com a telepsicologia, tem sido um grande apoio nesse momento atual. Hoje, as pessoas estão vivendo situações de extrema ansiedade por conta do distanciamento social, por estarem em casa se resguardando do Coronavírus. Mas talvez essa sensação negativa não tenha a ver com o fato de estarem isoladas, em quarentena, mas sim com o medo de como vai ser o retorno, de quando as coisas vão voltar ao normal, de perder o que se conquistou ou de não viver aquilo que se sonhava. Mesmo que as pessoas estejam vivendo uma mesma situação, a maneira como elas lidam é totalmente singular. Nós, psicólogos, atendemos cada paciente de forma individualizada, utilizando pela internet os mesmos protocolos presenciais”, completa Gabriela.

Em poucos cliques, sua terapia online pode ter início de onde você estiver. Queremos te ajudar a resolver seus conflitos e, nesse processo, reduzir os sintomas desagradáveis que você sente. Vamos começar? Faça o seu cadastro.

Deixe uma resposta