Artigo

Conheça 5 transtornos mentais que podem surgir no home office

Por 2 de junho de 2020 Sem comentários

Em tempos de quarentena, é importante estar atento à possibilidade de adoecimento por conta do excesso de trabalho e falta de descanso, fatores que acometem a saúde emocional.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) já havia alertado, antes mesmo da pandemia do Coronavírus, que 2020 seria um ano de atenção especial para a saúde mental, quando a depressão se tornaria a doença mais incapacitante no mundo. Atualmente, diante da crise gerada pelo COVID-19, cada vez mais as pessoas estão trabalhando de casa, no esquema de home office, o que, se não for bem organizado, pode trazer consequências na produtividade, no convívio familiar e, especialmente, causar transtornos mentais.

O distanciamento social que a população precisou adotar, de forma abrupta, traz uma série de desafios. Entre eles, o principal é lidar com uma realidade nunca vivida ou imaginada antes, tanto no âmbito econômico, como comunitário. Com isso, torna-se fundamental adotar medidas que preservem nosso bem-estar psíquico.

Acesse 7 dicas para cuidar da saúde mental durante a quarentena.

De acordo com Gabriela Armond, psicóloga, psicanalista e responsável técnica do Psicologia24hs, a maioria das pessoas não estava acostumada com o trabalho remoto e agora precisa se adaptar a este novo cenário, adotando cuidados para não gerar jornadas exaustivas que comprometam sua saúde emocional.

Ela salienta que não é porque você está trabalhando em casa, que é necessário se dedicar exclusivamente a isso o dia inteiro. É preciso criar uma rotina de horários para começar e terminar o trabalho, assim como tomar o café da manhã, almoçar e jantar, uma vez que é comum a tendência de se trabalhar mais quando se está em home office e de não dar a devida importância ao descanso e ao lazer diário.

“Existe um conflito interno nas pessoas que trabalham em casa nesse momento, que é o de como ser melhor disciplinado, entregar um bom trabalho e no tempo adequado, ao mesmo tempo em que é preciso se adequar a um novo ambiente e lidar com tantas outras tarefas, como as da casa. É preciso repensar melhor essa autocobrança. Será que não está sendo excessiva? E também entender que a produtividade está muito ligada com como você está se sentindo em relação às questões do mundo externo. Nós não temos o controle do que acontece lá fora, mas podemos buscar controlar o que se passa dentro de nós.

Além de querer entregar um bom trabalho, deve-se saber quando é o momento que você precisa estar em família e qual é a hora de parar e descansar. Assim, minha dica para este período é que você possa aproveitar seu tempo de trabalho para se desligar um pouco de tudo isso que está acontecendo no mundo, mas de forma ponderada, para não comprometer sua saúde emocional. Procure investir no relacionamento com outras pessoas, seja fisicamente – com quem mora com você – ou por meios virtuais, e fazer atividades que te deixam feliz. Mais do que nunca, o segredo é encontrar seu próprio ritmo e um equilíbrio saudável na rotina”, levanta a psicóloga.

O alto nível de estresse no trabalho, principalmente para quem está em home office, pode desencadear um processo de adoecimento psicológico, que surge quando estamos em um ambiente de ameaça constante, como é o caso da atual pandemia do Coronavírus. Questões como o medo de perder o emprego, de não estar fazendo o suficiente ou o próprio receio de ficar doente geram uma sobrecarga psicológica nas pessoas. Por isso, em qualquer sinal de desconforto, procure o apoio profissional de um psicólogo online.

Terapia online: o que é e como funciona?

Confira quais são os principais transtornos mentais que podem acometer as pessoas que estão com acúmulo de trabalho em casa.

1. Depressão

Você está notando uma intensa alteração no seu humor, especialmente a sensação de tristeza profunda, que parece não ter fim? Amargura, desesperança, baixa autoestima, culpa e alterações no sono e apetite são alguns dos sintomas da depressão, uma doença crônica que gera na pessoa essa tristeza patológica, que não dá tréguas e que causa uma falta de perspectiva de melhora. Entretanto, saiba que há tratamento. Ao identificar um dos sintomas em você ou em alguém querido, procure imediatamente apoio psicológico.

2. Ansiedade

Por acaso você está passando por constantes descontroles de emoções, que geralmente podem acompanhar sintomas físicos e psicológicos como taquicardia (coração acelerado), aperto no peito, falta de ar, medo extremo, tremores no corpo e sudorese? Se sentir ansioso é comum a todos, entretanto, quando passa a acontecer de forma frequente e intensa, é sinal de crise de ansiedade ou ataque de pânico. Para isso, busque um profissional, que vai te ajudar a tratar os sintomas e encontrar alívio.

Confira 8 sintomas que significam problemas de ansiedade.

3. Burnout

Você só pensa em trabalho e perdeu o prazer em atividades cotidianas que não estejam relacionadas a ele? Não descansa, realmente não consegue parar de trabalhar e percebeu que está se afastando das pessoas? Tem uma sensação de raiva e impaciência constantes? O Burnout é um transtorno que está crescendo no ambiente ocupacional e merece a atenção adequada, pois esse foco excessivo no trabalho não é normal. O distúrbio causa, também, um esgotamento físico e mental, intimamente ligado à vida profissional. Fale com um psicólogo para encontrar o equilíbrio e ter apoio na retomada da sua qualidade de vida imediatamente.

Acesse 8 dicas para melhorar a produtividade do trabalho na quarentena.

4. TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo

O TOC é um transtorno de ansiedade acompanhado por crises recorrentes de obsessões e compulsões, geralmente notados pelas pessoas ao redor do doente como manias engraçadas e bastante características, isto é, rituais e regras rígidas adotadas por ele. Você percebe estar obcecado por pensamentos, repetindo trejeitos com extrema frequência, com manias de limpeza, checagem, contagem, simetria, organização, entre outros? Fique atento: você pode ter desenvolvido o TOC. Mas, conte com nossa equipe de psicólogos para tratar essa condição agora mesmo.

5. Exaustão mental

Um sintoma presente em praticamente todas as doenças mentais, a exaustão mental é um estado de esgotamento extremo, que chega a ser mais agressivo que o cansaço físico e que pode ser o ponto de partida para o desenvolvimento de um dos transtornos emocionais citados acima. Atualmente, com o acúmulo de tarefas profissionais e pessoais, e a falta de oportunidade para criar momentos de descanso mental causam essa sobrecarga emotiva. É importante lembrarmos que você não pode ser forte o tempo todo e, esses dias cansativos, com rotinas totalmente preenchidas por atividades do trabalho e da casa, podem ocasionar uma sensação de estresse constante. Havendo esse sinal, fale com um psicólogo antes de desenvolver alguma doença psíquica.

Por que fazer terapia?

 

Cuide da sua saúde mental agora mesmo, sem precisar sair de casa. No Psicologia24hs, a sua terapia é online e acontece do seu celular ou computador. Acesse nosso site, faça o seu cadastro e escolha um de nossos psicólogos para te ajudar a resolver os conflitos e as sensações que estão te incomodando nesse momento. Conte com a gente, a qualquer momento.

Deixe uma resposta